Rio, viajei nas Olimpíadas!

timPois é galera… não resisti e também viajei para o Rio durante as Olimpíadas…  como já contei aqui, Li e Rio já virou caso de amor (veja post).

Não podia deixar de registrar no blog como estava a Cidade Maravilhosa durante as Olimpíadas de 2016, uma viagem rápida no último final de semana do evento, mas o suficiente para sentir toda a atmosfera que transformou a cidade.

Tudo bem que sou suspeita quando o assunto é Rio de Janeiro, mas neste caso todos irão concordar comigo que a Cidade Maravilhosa estava esbanjando alegria e ao contrário do que alguns disseram, o evento Olímpico foi um sucesso!

É claro que eu concordo, em parte, com aqueles que estavam contra esse evento aqui no Brasil, afinal estamos no meio de uma crise econômica e política, mas por outro lado, todo o investimento feito refletiu numa maior visibilidade do nosso pais lá fora.

Eu morei um tempo nos Estados Unidos e sei que a imagem que temos por lá não é das melhores, muita gente conhecia sim nosso pais, mas naquelas… “futebol, samba e mulherada”, acho que com esse evento conseguimos mostrar que somos isso ai sim (sendo sincera) mas tem muito mais! inclusive um povo que sofre, batalha e ainda acredita num Brasil melhor.

Mas voltando ao assunto Rio nas Olimpíadas …a viagem foi de última hora, então não consegui assistir aos jogos, mas num tour geral deu pra ir a alguns lugares e conhecer muita gente nova (uma das coisas que mais gosto em viajar, novos amigos e intercâmbio cultural).

Como não podia ser diferente, conheci alguns “gringos”, dois deles através de uma amiga que havia combinado de encontrar com um amigo em Copacabana e acabamos conhecendo outro amigo que estava junto também.

Eles eram de Chicago e Atlanta, o Português se resumia a: Bom dia, obrigada e por favor, mas a conversa foi bem interessante, contaram que era a primeira vez no Brasil e que estavam encantados com toda a beleza da cidade e a hospitalidade do povo, o lado ruim? o contraste com muita pobreza e a dificuldade de comunicação já que poucos falam inglês.

IMG-20160824-WA0032

No  geral, aprovaram a organização da cidade, assistiram os jogos e se divertiram muito em vários eventos.

E na verdade, a medida que conhecia turistas de outros lugares (Brasil ou exterior) a opinião era a mesma.

E tinha como não se divertir? cidade lotada e eventos acontecendo em todos os lugares, as Casas dos Países (França, Áustria, Alemanha, Jamaica) lotavam, a Lapa era o ponto de encontro de todos e o Boulevard Olímpico? sempre com uma grande concentração de pessoas.

A cidade recebeu 1.170 milhão de turistas (410 mil estrangeiros), isto é, o verdadeiro significado da palavra “lotado” rs.

Eram três espaços abertos do Boulevard Olímpico (Porto Maravilha, Parque Madureira, e Miécimo da Silva, em Campo Grande), eu estive em Porto Maravilha, bem no dia do show da Banda Paralamas do Sucesso, no final do show teve queima de fogos, muito legal.

Depois do show assisti a semi-final do vôlei masculino, emocionante a torcida, pena que não consegui assistir a final, já estava de volta a São Paulo, mas nossos meninos de ouro não nos decepcionaram.

Museu do Amanhã

                                            Museu do Amanhã

A região do Porto Maravilha ficou muito linda, várias atrações para o público e muitos lugares pra foto! Só o que não pode faltar por lá é a disposição para andar.

Como estava hospedada no Flamengo, almocei num restaurante bem gostoso Garota do Flamengo, comida boa e com preço bem acessível, lá também assistimos a Final do futebol masculino, orgulho do Brasil, acho que deu sorte… Ouro olímpico, pra gente!

Quando estava saindo do Boulevard, encontrei uma galera indo para a Lapa e acabamos parando por lá… o nome do lugar era Paiol 8sinceramente não era meu gênero musical preferido, mas a casa estava bem animada, além disso a noite tinha participação especial do cantor Marcelo D2.

Outra dica pra quem gosta de rock (essa já é mais a minha praia)  é o Bar Bukowski, uma casa de Rock com vários ambientes e com um público bem diferente.

Comemorando o Ouro do Brasil

Comemorando o Ouro do Brasil

Bom, essa foi minha passagem expressa pelo RJ durante as Olimpíadas, agradeço minha amiga e anfitriã Nina por tudo. Espero voltar para as Paraolimpíadas e aproveitar para conhecer as demais novidades e claro o Parque Olímpico.

 

See you!

Li.

4 comentários sobre “Rio, viajei nas Olimpíadas!

  1. Aline Cintra

    Li você sempre curtindo o Rio na medida certa e intensamente… realmente virou um caso de amor <3 muito legal o passeio nas Olimpiadas.

    As dicas sobre restaurante e barzinhos são essenciais para quem não conhece e até para quem conhece, já estou com vontade de ir no restaurante Garota do Flamengo 😛

Deixe uma resposta

Seguro Viagem: Europa
GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*