Jericoacoara, um cantinho delicioso do Ceará. Conheça “Jeri”

Jericoacoara , um cantinho delicioso do Ceará, carinhosamente chamado como “Jeri” é um lugar onde todos dizem ser o paraíso.

Isso mesmo, sempre que vejo posts e fotos sobre Jeri, vejo essa legenda: “o paraíso é aqui“, e não tenho como discordar, realmente Jeri, é um lugar especial.

Quando resolvi escrever este post, nem tinha percebido quanto tempo fazia que estive por lá, os anos estão passando voando, de verdade.

Mas o fato é que decididamente está na hora de voltar, vai ser bom escrever tudo aqui e relembrar como foi aquela viagem maravilhosa e já começar a planejar a volta!

Bom, vamos lá… como gosto de falar sempre sobre a história do lugar vamos conhecer alguns dados sobre esse paraíso chamado Jericoacoara.

 

Jericoacoara, a Vila

 

A Vila de Jijoca onde está situada Jericoacoara, fica a 300 Km a oeste de fortaleza, no estado do Ceará.

Considerada uma das praias mais bonitas do planeta, tem como uma de suas características muita paz e tranquilidade.

Uma vila de visual rústico, com pouca iluminação e um povo muito hospitaleiro.

Pouca iluminação porque não existe postes de eletricidade, a rede elétrica se restringe a uma rede subterrânea que alimenta toda a vila.

O que permite aproveitar muito mais a luz do luar e um lindo céu estrelado!

Desde 1984 Jericoacoara é considerada uma área de proteção ambiental (APA) mas até 1985 era totalmente desconhecida.

Somente depois de 1985 é que o turismo descobriu esse refúgio e de lá pra cá o destino já foi tema de vários programas e reportagens, nacional e internacionalmente falando.

Como citei acima Jeri já foi inclusive eleita uma das 10 praias mais bonitas do mundo pelo jornal Washington Post.

Em 2002 a região foi transformada em Parque Nacional, o que garante a preservação de mais de 200 km quadrados de dunas, mangues e lagoas de águas transparentes.

 

Jeri, a origem do nome

 

Existem várias histórias sobre a origem do nome de Jeri, a mais provável é que derive do Tupi-guarani: yuruco (buraco) + cuara (tartaruga), ou seja: buraco das tartaruga, já que a praia é local de desova de tartarugas marinhas.

No entanto, alguns pescadores dizem que o nome se deve ao formato de serrote (uma pequena serra ao lado da vila, onde está o farol), que visto do mar parece um jacaré deitado.

Na linguagem local Jacaré quarando ao sol (tomando sol), que virou Jacarequara e com o tempo: Jericoacoara.

Eu sinceramente gosto da segunda versão achei mais “bonitinho” rs.. mas enfim, fica ai as duas versões.

 

Como chegar

 

Um dos motivos para Jeri se manter tão preservada e com seu ar rústico, é que para se chegar até lá o caminho é um pouco difícil.

Para chegar em Jeri você precisará de um carro 4×4 ou ir de Jardineira (aqueles caminhões abertos no fundo, mais conhecidos como pau-de-arara).

Quando fui usei os dois métodos, ao chegar no aeroporto de Fortaleza achei um transfer que havia levado alguns passageiros e consegui uma boa negociação.

Na volta com a grana mais curta fui na 2.opção (ônibus + jardineira) e realmente foi um pouco mais sofrido e demorado.

Não existe estrada para os últimos 15 km antes de chegar a Vila, já que é proibido a construção de estradas dentro da aérea de proteção então o acesso é somente por essas opções.

Mas não desanime: Assim como outros destinos que não possuem uma logística tão fácil, como Morro de São Paulo,  Jeri vale a pena!

Recentemente também foi inaugurado o voo direto de algumas capitais para Jericoacoara, dispensando a necessidade de ir para Fortaleza.

Veja todas as opções a partir do Aeroporto de Fortaleza:

Ônibus:

 

A viagem dura cerca de 7 horas e realmente não é confortável.  O ônibus para em Jijoca e os passageiros então pegam carona na famosa Jardineira, ou pau de arara pelos últimos 20 km pela frente.

A empresa que faz o transporte é a Fretcar.

 

Carro 4 x 4:

 

Opção mais rápida e confortável, a viagem dura em média 4 horas e meia a 5 horas.  Existem diversas empresas que fazem o transfer, inclusive algumas pousadas oferecem o serviço.

Vale a pena consultar antes de ir e já deixar agendado.

Você pode inclusive combinar Jeri com outros passeios da vizinhança, como Cumbuco, Lagoinha, Mundaú.

Um roteiro que está na minha lista, por exemplo, é fazer o percurso saindo do Maranhão, passar pelos Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jeri, em breve!

 

Avião:

 

Recentemente algumas companhias aéreas iniciaram voos diretos para o Aeroporto de Jericoacoara.

Os voos ainda não poucos e de algumas cidades apenas, mas de qualquer forma ainda é preciso o transfer até a vila, já que o aeroporto fica a 32 km até Jeri.

 

O que fazer:

 

Fiquei apenas 3 dias em Jericoacoara, mas aproveitei bastante para conhecer os principais pontos, a dica aqui é acordar cedo e aproveitar bem o dia, dá pra fazer bastante coisa.

 

Passeio de Bugue pelas Lagoas:

 

Como cheguei  a noite, no dia seguinte já programei o passeio de Bugue pelas dunas.

Fomos até a Lagoa Azul, fica á meia hora de bugue de Jeri.  Uma lagoa de água transparente e areia fininha e depois almoçamos na Lagoa do Paraíso.

Não sei se ainda continua assim ainda, se alguém visitou recentemente me falem… na época eles traziam o peixe para escolhermos antes de preparar, uma delicia.

Depois um cochilo nas redes que ficam espalhadas pela lagoa, que saudade!

Também conhecemos a Lagoa do Coração (que tem esse nome pelo seu formato, claro). O pessoal vendia uns camarões enormes, eu até provei um (apesar de não ser muito minha praia).

 

Duna do Pôr-do-Sol:

 

O Primeiro final de dia se você estiver em Jeri, tem que ser lá: Na Duna do pôr-do-sol.  Já tradicional, clichê, mas imperdível.

Todos correm para subir na Duna e observar o espetáculo lindo do sol se despedindo de todos no mar, emocionante, com direito a aplausos, muitas fotos e suspiros.

Jeri é um dos poucos lugares do Brasil onde o sol se esconde no mar, um espetáculo lindo.

 

Por-do-sol em Jeri

Por-do-sol em Jeri

Noite:

 

A noite começa na rua principal, pertinho da praia.

Ali você pode escolher entre as opções de forros, sambas ou música ao vivo que costumam terminar por volta das 2h da manhã.

No fim da noite, você pode dar aquela passada na padaria Santo Antônio – a partir das duas da matina já tem pão francês, de queijo, de coco e de banana pra os famintos da madruga.

 

Praias:

 

Claro que eu como uma apaixonada por praias não poderia deixar de dedicar um dia á ela, então no dia seguinte resolvemos aproveitar as praias.

  • Praia de Jericoacoara: é a principal, próxima da vila e com fácil acesso.

Tem uma grande faixa de areia, de um lado da praia pratica-se kitesurf e do outro, windsurf, por isso tem uma ótima estrutura de bares e restaurantes.

 

  • Praia da Malhada: não tem a estrutura da praia principal, mas eu gostei de ficar lá para tomar sol, mais vazia e calma, fica no caminho da Pedra Furada.

 

Pedra Furada:

 

A Pedra Furada é um dos cartões postais de Jeri, aquela parada obrigatória de quem vai até a Vila.

Além disso também é outro lugar em que é lindo ver o pôr-do-sol, dizem que em determinada época do Ano o sol fica bem no centro da Pedra.

Bom, eu não tive essa sorte, mas estive lá pra conferir e vale a pena a caminhada.

Existem guias que cobram uma taxa para levar os turistas até lá, mas você pode fazer como eu, e seguir o fluxo de pessoas que sempre caminham em direção á Pedra e pronto, não tem erro.

 

Pedra-Furada-Jeri

Um dos Cartões postais de Jeri – Pedra Furada

 

Outras dicas:

 

Essas atrações não consegui fazer devido ao pouco tempo, mas estão na lista da próxima trip (aquela que inclui  Lençóis e o Delta do Parnaíba):

  • Passeio pelo Mangue Seco e Tatajuba;
  • Passear de Quadriciclo

 

Algumas dicas importantes:

  • A Vila de Jeri não é fácil de locomoção (chão de areia) então não é um roteiro indicado para idosos e crianças com dificuldade de locomoção;
  • Como em qualquer lugar do Nordeste é muito quente, mas devido ao vento existe uma sensação de que a pele esta queimando mais, então use e abuse do protetor solar;
  • Também não esqueça os óculos de sol;
  • Não esqueça de levar dinheiro em espécie, o cartão é aceito nos estabelecimentos, mas caso precise sacar dinheiro, não existe muitas opções além do Banco Bradesco e a casa lotérica.

 

E então gostou de saber um pouco mais sobre esse cantinho do Ceará?

Não esqueça que se você quiser uma assessoria ou mesmo montar seu pacote de viagens, pode contar com a consultoria da Elegância Trips, nossa agência de viagens.

Clique aqui e entre em contato solicitando maiores informações.

Ou utilize diretamente o link de pesquisa on-line para fazer suas pesquisas e também contar com toda a assessoria que precisar.

Se tiver mais dicas ou dúvidas também pode deixar aqui nos comentários que ficarei muito feliz em respondê-las e suas dicas também ajudarão outros viajantes.

Vou deixar esse vídeo para vocês, mais um pouquinho do paraíso de Jericoacoara!

Até o próximo post!

See you!

Li.

 

 

 

6 comentários sobre “Jericoacoara, um cantinho delicioso do Ceará. Conheça “Jeri”

    1. Li Souza Autor da Postagem

      E quando a gente lembra, dá aquela vontade de voltar não é mesmo? obrigada por compartilhar sua experiencia conosco, se tiver alguma dica legal que não tá ai no post, deixa aqui nos comentários! Super beijo! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.